• Idioma:
  • Conversão:

Home | Escola de Samba - Unidos de Bangu

Unidos de Bangu

Império serrano Samba School flag

"Do Ventre da Terra, Raízes para o Mundo"


 Samba Enredo de 2019

Compositores: Samir Trindade, André Kaballa, Marcio de Deus, Wellington Amaro, Paulinho ferreira, Henrique Costa, Fabio Fonseca, Fabio Martins, Neizinho do Cavaco, Julio Assis, Marlon P. e Vinícios Sombra. 

Intérprete: Tem-Tem Jr e Luís Oliveira

Letra do Samba

Estende o tapete da história
Pro amor mais antigo, meu pavilhão
Prepare o banquete da glória
Vem da zona Oeste, essa devoção
Os Deuses vem coroar
Deus Sol iluminar
Do alto nascia, a força da vida
Por todos os cantos se espalharia
Pacha Mama é mãe
Do seu ventre um novo dia

Ouro do chão, terra molhada 
Na sagrada fé, renegada
Matou fome da pobreza, foi a cura do mal
Nos salões da realeza, o prato principal

Parmentier , brilhou em Versalhes
De rainhas e reis, navegou outros mares
Tesouro à moda francesa
Chegou no Brasil “real”
A doçura do índio, antes de Cabral
Mãos plantaram um lindo matiz
As mãos que erguem meu pais
Da simplicidade, do cheiro de mato
Na ponta da enxada o nosso retrato
Lá vem meu celeiro
Semeia Bangu pro mundo inteiro

Vamos plantar a paz
Chegou minha raiz, o caldeirão vermelho 
Cresceu e não se desfaz
Alimenta esse povo guerreiro

Desfile 2019




Enredo 2019

  • Carnavalesco:: Alex Oliveira e Edson Pereira
  • Diretor de CarnavalJefferson Carlos
  • Diretor de HarmoniaSandro Avelar
  • IntérpreteTem-Tem Jr e Luís Oliveira
  • Mestre de BateriaMestre Léo Capoeira
  • Rainha de Bateria: Lexa
  • Mestre-SalaAnderson Abreu
  • Porta-BandeiraEliza Xavier
  • Comissão de FrenteLuiz Carlos e Natasha Lima
  • Desfile de 2019
  • 1° a desfilar na sábado (02/03/2019)
  • às 22h


"Do Ventre da Terra, Raízes para o Mundo"

Sinopse - RESUMO

Abrem-se os caminhos para a mais antiga da Zona Oeste,
nos quais, passo ante passo, a comunidade enaltece,
com a força, o suor e o sangue vermelho do Pavilhão,
as histórias de vitórias e devoção!
E nesse caminhar engajado e emocionado, grita, Bangu, bem alto! Ferve a Sapucaí hoje e sempre!
Entra forte na avenida com os Deuses à frente, pois grandes raízes têm as mais fortes sementes!
O tapete da vitória, assim, se estende, e com lágrimas de alegria,
louros e glória a toda tua gente Tapete estendido para a estória então, 
Vêm os deuses coroar dando, à grande raiz, a criação! 
Inti, o Deus Sol que tudo abrange, a ela concedeu energia!
Pacha Mama, com as mãos dedicadas à semeação,
ofereceu, à raiz, a força da vida: nutriu-lhe de nutrição, predestinou-a à satisfação.
Do alto da Cordilheira ao sul do mundo, 
a qual tocava os céus,
desciam as raízes que, incessantes, alimentariam nobres reis e o povaréu! 
Era a predestinação: matar a fome nos quatro cantos de forma simples, sem coroação, 
mas carregado, o tubérculo, de força, sublime realização. Sorrindo-lhe a bem-aventurança divina,
atravessou o mar com espanhóis para aportar na Europa.Esparramou-se nos solos da terra de lá, 
ofertando-se a raiz dos Incas ao antigo continente,
requinte de bondade andina com os esfomeados, coitados! Boa fartura no lugar das revezes, 
e a beleza das flores do tubérculo na lapela dos reis que a olhavam de soslaio.


  • 2017                                Série B Campea
  • 2014                                Série B Campea
  • 2013                                     Vice-Campea
  • 1962Campea

Ficha Técnica

  • Fundação: 15 de novembro de 1937
  • Cores: Vermelho e Branco
  • PresidenteThiago Oliveira
  • Presidente de HonraSandro Avelar
  • Quadra: Rua Santa Cecília, 570 
  • Ensaios: Rua Santa Cecília, 570 (Quadra da Escola)
  • Barracão: Endereço N/D
  • Website: www.unidosdebangu.com.br
  • Imprensa :-

A História da Unidos de Bangu

A Unidos de Bangu foi fundada em 15 de novembro de 1937. É a madrinha do G.R.E.S. Acadêmicos de Santa Cruz. Já participou do Grupo 1 (atual Especial) entre 1958 e 1960 e em 1963.
A agremiação, a exemplo do Casino Bangu e o Bangu Atlético Clube, nasceu de um grupo de operários da hoje extinta Fábrica Bangu. As primeiras cores oficiais da escola foram o azul e o branco. As cores vermelho e branco somente foram adotadas em 1966, em homenagem, após o segundo título do campeonato carioca conquistado pelo Bangu Atlético Clube. Foi a primeira escola de samba a ter uma quadra coberta no Brasil. 
Nos anos 80 a Unidos de Bangu esteve bem próximo de realizar o grande feito de retornar ao grupo das grandes escolas, tendo como figura marcante seu presidente Wanderley Portugal e o intérprete Sobrinho. Desfilou de 1980 a 1985 no Grupo I-B, atual Série A.

;