• Idioma:
  • Conversão:

Home | Escola de Samba - Caprichosos

Caprichosos de Pilares

Caprichosos de Pilares Samba School flag

XUM - CAPRICHOSA SENHORA DEUSA DAS ÁGUAS DOCES, QUE ENCANTA, TRAZ O AMOR E A PROSPERIDADE LAVANDO A ALMA DO POVO DE PILARES!

Samba Enredo de 2018

Compositores: Aurélio Proença, Mauro Speranza, Naldo da Carne de Sol, Paulo Apparicio, Dartagnan, Marcelinho, Márcio do Swing. nbsp;M. Ferreira 
Intérpretes: Tem-Tem Araújo Jr.

Letra do Samba

SALVE MÃE
CAPRICHOSOS EM LOUVAÇÃO
ENERGIA DOS ORIXÁS
NATUREZA QUE CHAMA
PUREZA DERRAMA
Á LUZ DO TEU COLO EM NÓS
SALVE A FILHA DE IEMANJÁ
NA BELEZA DE IJEXA
SEGUE A CORRENTEZA
SE OSUN E Á NOBREZA DO BRILHO NO OLHAR
FORÇA VEM DA CACHOEIRA ME EMBALA E ME DÁ PROTEÇÃO
BRILHA Á ALMA DA DEUSA, ME CURVO EM DEVOÇÃO

ESPELHO, FLOR E PERFUME TEM XIRE
COLOQUEI MEU IFA NO OMOLOCUM
CAMARÃO NO AZEITE DE DENDE
PARA OXUM (ORAIEIEUM)

NO MANTO DO OURO DA PROSPERIDADE
E MATERNIDADE, DOÇURA E O AMOR
QUE CONQUISTOU OGUM, OXÓSSI E XANGO
HOJE OS OGANS SÃO DE PILARES
TAMBORES ECOAM NO INFINITO
MAJESTOSA, AINDA MAIS CAPRICHOSA
FAZENDO UM CORTEJO TÃO BONITO
CADA UM AQUI É SEU FILHO DE FÉ
QUE CHORA É AMO, QUE HONRA E SENTE
O COLO, A LUZ, A MÃO, O AXE
A RAÇA QUE MARCA E CONDUZ A NOSSA GENTE

ORAIEIEO MAMÃE OXUM
LAVA MINHA ALMA E MEU CORAÇÃO
CAPRICHOSAMENTE CHEGOU PILARES
INICIANDO SUA REDENÇÃO

Desfile 2018




Enredo 2018

  • Carnavalesco:Sandro Gomes
  • Diretor de Carnaval-
  • Diretor de Harmonia:-
  • Intérprete: Tem-Tem Araújo Jr.
  • Mestre de Bateria: Alexandre Reis
  • Rainha de Bateria:-
  • Mestre-Sala: Juliana Diniz
  • Porta-Bandeira:Douglas Valle
  • Comissão de Frente: Maura Luiza
  • Desfile de 2018
  • Posição de desfile: Segunda escola a desfilar no dia 12/02/2018

XUM - CAPRICHOSA SENHORA DEUSA DAS ÁGUAS DOCES, QUE ENCANTA, TRAZ O AMOR E A PROSPERIDADE LAVANDO A ALMA DO POVO DE PILARES!

Sinopse - RESUMO

?Caprichosamente surgiu OXUM, orixá cultuado em todas as religiões afro-brasileiras. O nome de OXUM, deriva do Rio Osun, que corre na região nigeriana de Ijexá e Ijebu, na África. É o orixá das águas doces, da prosperidade e da beleza. Em OXUM, os fiéis buscam auxílio para a solução de problemas no amor, uma vez que ela é a responsável pelo encantamento e por uniões, e também prosperidade… Contam as lendas que: OGUM, OXÓSSI e XANGÔ, apaixonaram-se pelos encantos dessa doce IABÁ. Vaidosa e bela, OXUM é pássaro, é peixe, é a FORÇA da natureza e a grandeza do PODER feminino na sua mais profunda ESSÊNCIA. Quando manifestada, apresenta-se perfumada, enfeitada, encantada, admirando-se em seu ABEBÊ.

Logo da Caprichosos de Pilares 2018. Foto: Divulgação Logo da Caprichosos de Pilares 2018. Foto: DivulgaçãoQuem quer agradar OXUM, deve oferecer tudo de muito bom gosto. Pulseiras, perfumes, espelhos, pentes e OURO. Além de bebidas, mel, flores, doces e frutas, para OXUM deve ser servido o OMOLUCUM, prato feito com feijão fradinho cozido, refogado com cebola ralada, pó de camarão defumado, sal, azeite de dendê ou azeite doce e muito bem enfeitado com camarões inteiros e ovos cozidos inteiros sem casca. Dizem, que o feijão fradinho, faz alusão aos óvulos encontrados no ovário feminino, que simboliza a fertilidade e possibilidade do nascimento. OXUM é a divindade ligada misticamente à cabeça, símbolo do útero e do poder feminino, da gestação. Rege o ventre, e o parto, cuida das crianças recém-nascidas nos primeiros passos de sua evolução. No culto de origem africana, OXUM é mãe de Logunedé – REI das matas e das águas doces.

Muitos recorrem a OXUM, para auxílio na vida financeira a quem se deve sua denominação de “Senhora do Ouro”. Antigamente OXUM, também era associada ao Cobre, que era o material mais valioso há milênios atrás… Na natureza, o culto a OXUM costuma ser realizado nos rios de águas doces, cachoeiras, e mais raramente, próximo às fontes de águas minerais. OXUM é símbolo da sensibilidade, sensualidade, fortuna e da maternidade.

Memórias africanas trazidas pelos navios negreiros, presentes na MAGIA de OXUM, com destinos aos terreiros de Candomblé, deixaram como poderosa herança, a DEVOÇÃO, fazendo com que milhares de filhos de fé, batam cabeça para a esta PODEROSA MULHER.

É hora de lavar ALMA e o CORAÇÃO… Abençoados por OXUM, cada componente da Caprichosos de Pilares, vai adentrar nos rios e cachoeiras de águas doces, e se banhar com fé para renovar as suas energias… Chegou a hora de limpar a toda a negatividade e fazer o melhor para trazermos, o CAMPEONATO DO CARNAVAL 2018 DA SÉRIE C.

  • 1960Campeã
  • 1971                                     Campeã
  • 1982                                    Campeã
  • 2012Campeã

Ficha Técnica

  • Fundação: 19 de fevereiro de 1949
  • Cores: Azul Royal Azul Turquesa Branco
  • Presidente: Carlos Fernando Leandro
  • Presidente de Honra: Juliana Leandro
  • Quadra: R. Faleiro, 1 - Pilares, Rio de Janeiro - RJ, 20771-090
  • Ensaios:-
  • Barracão:-
  • Web sitehttp://www.grescaprichososdepilares.com.br
  • Imprensa:-

A História da Portela

Em 1950, Caprichosos e Unidos da Terra Nova desfilaram pela UGESB, tendo a Caprichosos ficado na 14ª colocação, e a Terra Nova em 18º lugar, entre 20 escolas.

Desde sua fundação, em 1949, a Caprichosos de Pilares já conquistou quatro títulos de campeão do carnaval em grupos de acessos: em 1960 com o enredo Invasão Holandesa na Bahia,em 1971 com o tema Brasil na Primavera, em 1982 com o enredo Moça bonita não paga….O famoso carnaval da feira livre, indo ao grupo principal do carnaval carioca em 1983 conquistando enfim o status de grande escola de samba.

Por volta de 1974, Amaury Jório, presidente da AESCRJ, pediu ao administrador regional, que na época era Oswaldo de Moura Brito Piragibe, que concedesse um espaço para a construção da quadra. O administrador se envolveu de tal forma com o projeto, que não só colaborou com a obra da quadra, mas também entrou para a história da escola, conseguindo a cessão pela Prefeitura do terreno que era um espaço de urbanização do viaduto Cristóvão Colombo (viaduto de Pilares).

Em 1985 a escola de Pilares consolidou seu estilo de carnaval irreverente, com uma mistura de política e humor no enredo E por falar em saudade…. A Caprichosos fez grandes carnavais. Marcados por seus sambas empolgantes e irreverentes, que sempre estiveram na ponta da língua do povão. Por isso, seus maiores títulos foram dados pelo grande público, como por exemplo, o Estandarte de Ouro em 1985.

Em 1993, com o enredo Não Existe Pecado do Lado de Cá do Túnel Rebouças, que fazia uma homenagem ao morador suburbano, a Caprichosos ficou em penúltimo lugar, só não sendo rebaixada (junto com a Unidos da Ponte) porque o presidente da Liesa, Paulo de Almeida, decidiu que não haveria rebaixamento.

Em meados da década de 1990, mais precisamente em 1995, a Caprichosos de Pilares abandona o estilo irreverente e apresenta na avenida um carnaval mais caro e luxuoso. O então carnavalesco Mauro Quintaes, discípulo de Joãosinho Trinta, desenvolveu o enredo com mais tecnologia do que a escola estava acostumada. Naquele ano, a Caprichosos botou o seu samba na boca do povo também: Vou me acabar nessa magia, e a Caprichosos traz a energia. Especula-se que essa mudança se deu ao desgaste dos temas apresentados.Em 1996, com um enredo sobre o chocolate, a escola acabou rebaixada para o Grupo de Acesso. Por muito pouco não ficou, pois empatou com a Unidos da Tijuca que acabou levando a melhor no desempate. No ano seguinte, a Caprichosos foi vice-campeã do acesso e subiu novamente para o grupo especial, onde permaneceu até o carnaval de 2006.

A Caprichosos ainda chegou a desenvolver um enredo crítico em 2000, sobre a ditadura militar, e em 2004 homenageou Xuxa Meneghel, que participou da escolha do samba enredo, na final da disputa interna, e desfilou no último carro alegórico. Ainda naquele ano, a escola perderia seu intérprete Jackson Martins, assassinado, em 08 de agosto.

Em 2005, com a volta da bom humor, fez uma homenagem aos vinte anos da LIESA. Todavia, com um desfile problemático e considerado fraco visualmente, terminou em décimo primeiro lugar.

Em 2006, a escola apresentou o enredo O Espírito Santo Caprichou, fazendo uma homenagem ao estado capixaba.Naquele ano,houve uma mudança no regulamento e em vez de uma,duas escolas seriam rebaixadas, a escola terminou em décimo terceiro lugar, sendo rebaixada com a Acadêmicos da Rocinha que ficou em último lugar.

Em 2007, a escola desfilou no Grupo de acesso A e conquistou o vice-campeonato falando sobre o gás e o biodiesel,como a partir daquele ano apenas uma escola subiria ao Grupo Especial a que eventuamente seria a campeã do Acesso.Assim,a Caprichosos não retornou a elite do carnaval carioca. No dia 11 de outubro de 2007, a Caprichosos perdeu seu fundador, diretor de carnaval e vice-presidente administrativo, Athayde Pereira, que faleceu devido a um infarto fulminante.

No ano seguinte, falando sobre o município de Itaboraí e com samba e enredos considerados belos, mas pecando nas alegorias com geradores mal decorados e ferro à mostra, a Caprichosos termina na 6° colocação.

Em 2009, com o enredo No transporte da alegria… Me leva Caprichosos a caminho da folia, a Caprichosos fica em último lugar entre as escolas, mas se salva do iminente rebaixamento, porque a LESGA decidiu que ninguém cairia devido à crise mundial, que teria atrapalhado a preparação das agremiações. Mas, especula-se que a "salvação" teria ocorrido porque o presidente da Inocentes de Belford Roxo escola que também seria rebaixada o Grupo B era o então presidente da LESGA.

Em 2010, mesmo sem muitos recursos, reeditou "E por falar em saudade" e conseguiu se segurar no Grupo de Acesso por mais um ano.

Em 2011 a escola trouxe o enredo "Gente Humilde", falando sobre as dificuldades do morador do Subúrbio carioca. A escola desfilou já com o dia claro e trouxe um desfile simples e humilde, mas com muita garra. No começo da apuração, a agremiação perdeu 0,5 ponto por apresentar um ``elemento estranho`` na comissão de frente, um tripé. Terminou na 10º colocação, eventualmente,sendo rebaixada para Grupo de Acesso B. Algumas semanas depois de ser rebaixada, houve eleição para presidente, pleito do qual saiu vitorioso o empresário Cézar Thadeu Vinheiros.

;