AcadÍmicos do Cubango - Samba School Song Português

AcadÍmicos do Cubango Samba School flag

Listen here to the samba song of the Rio Samba School AcadÍmicos de Cubango. Just click on the music player on the side.


AcadÍmicos de Cubango Samba School

DETAILS

Established in: 17/12/1959

Flag Colours: Green and White

Honorary: Marcelo Kalill

President: Olivier Pelé

Address: Rua Noronha Torrezão, 560 – Cubango – Niterói

Reharsals:Rua Noronha Torrezão, 560 – Cubango – Niterói

Head Quarter: Rua Professor Júlio de Morais Coutinho,1
Press:


AcadÍmicos do Cubango 2018

2018 parading time

Parading Theme: "Versando Nogueira nos cem anos do ritmo que é nó na madeira"

Carnival Designers (Carnavalescos): Lúcio Sampaio

Carnival Manager: Jorge Riper 

Vocalist: Hugo Júnior

Drummer`s Regents: Mestre Demétrius 

Drummer`s Queen:Diego Falcão

Flag Carring Couple:

Vanguard:


Acadêmicos do

Cubango

Theme: "UM BANHO DE MAR À FANTASIA "

Composers: Sardinha, Gustavo Soares, Wagner Big, Diego Moura, Julio Alves, Marco Moreno, Samir Trindade, Elson Ramires e Cláudio Russo

Vocalist: Hugo Júnior

Samba Enredo

 

BRILHA NA LINHA DO OLHAR
NO VÉU DO INFINITO A SE TRANSFORMAR
DO VENTRE DA TERRA ESCORREU
DA BRANCA ESPUMA, O VERDE NASCEU
BRAVURA A NAVEGAR
NO REINO DE NETUNO, A IMENSIDÃO
DO TENEBROSO MAR DA IMAGINAÇÃO

MAREOU, MARÉ CHEIA
IARA NO RIO, SEREIA NO MAR
TEM MISTÉRIO TEM, NA AREIA
BOIÚNA É COBRA QUE VAI TE LEVAR (BIS)

POR ESSAS ONDAS MORA YEMANJÁ
DEPOIS DOS OCEANOS, OLOKUM
EM ÁGUAS CLARAS DE PAI OXALÁ
DESAGUA MAMÃE OXUM
VEM PRESERVAR
AS CACHOEIRAS, LAGOS, RIBEIRÕES
VELEJAR
E ORGULHAR FUTURAS GERAÇÕES
ÁGUA É VIDA, VIDA SOU EU
A CRISTALINA, LÁGRIMA DE DEUS

DEIXA CLAREAR, O DIA
QUERO ME BANHAR A FANTASIA
NO AI E VEM DO MAR, AS ÁGUAS VÃO ROLAR
É A CUBANGO DANDO UM BANHO DE ALEGRIA
OGUNHÊ, MEU PAI (BIS)


2018 Parading Theme

"UM BANHO DE MAR À FANTASIA "

Introdução

Carnavalesco: Cid Carvalho

 


Acadêmicos de Cubango`s history

A participação da "Academia Cubango" nos desfiles de Niterói começa em 1960 quando ganhou o tetracampeonato num grupo chamado "Academias", uma espécie de segundo grupo do carnaval, com o enredo “Sonho das Esmeraldas”. Seu primeiro presidente foi o sambista Ney Ferreira, que até 1966 atuou também como carnavalesco.
No carnaval de 1964 fez sua estreia entre as escolas do primeiro grupo e passou a ser chamada pelo nome atual. Neste ano conquistou o vice-campeonato com o enredo “Maurício de Nassau”.
Seu primeiro título na elite do carnaval de Niterói ocorreu em 1967 com o enredo “O Brasil pintado por Debret”. Mas foi em 1972 que a escola se consagrou o tema “Um rei Congo Sabará” um estilo de enredo afro, que passou a ser o mais preterido pela escola a partir daí.
Em 1975, a Cubango desfilou na avenida Amaral Peixoto com o enredo “Folclore: riqueza do Nordeste” e saiu campeã. Este campeonato foi o primeiro de uma sequência de cinco títulos. Em 1979, com o enredo “Afoxé”, a Cubango consolidou seu império no carnaval de Niterói. Nos anos 70 foram sete títulos em dez dos disputados. A grande rivalidade era com a Unidos do Viradouro.
Nos anos 80, juntamente com a Unidos do Viradouro, a escola deixa o carnaval de Niterói e passa a desfilar no carnaval do Rio de Janeiro. Naquela época o carnaval de Niterói enfrentava uma crise financeira e se extinguiria na década de 1990. Em 1986, no seu primeiro ano no desfile carioca, a Cubango foi a campeã do Grupo IV, adquirindo assim o direito de subir para o Grupo III. Em 1992, com o enredo “Negro que te quero negro”, chegava ao Grupo I.
Em 2004, a escola que participava do Grupo A, surpreendeu quando era apontada ao rebaixamento pela mídia, e obteve um honroso quinto lugar
Para o carnaval 2009, a direção da escola optou em reeditar o enredo Afoxé, samba que deu o 14º título a escola, no carnaval de Niterói, com o título Afoxé é Cortejo, é Ritual, é Festa, Afoxé é Carnaval, dos carnavalescos Sérgio Silva e Léo Moraes, e tendo Samantha Schmütz como madrinha de bateria . A escola retornou ao Grupo A, ao ser a campeã junto com a Unidos de Padre Miguel. no ano seguinte, com o enredo Os loucos da praia chamada saudade, de Milton Cunha, terminou na 9º colocação.
Para o carnaval 2011, a escola trouxe o intérpretes David do Pandeiro, que poucos meses depois acertou sua volta para a Santa Cruz e Igor Vianna, que tava na escola da zona oeste, passando a ser o intérprete oficial da escola. Além disso, trouxe de volta o carnavalescoJaime Cezário e a rainha Juliane Almeida . Terá como enredo A emoção está no ar, que abordará sobre a história da humanidade através de diversas emoções sentidas pelo homem. fez um desfile perfeito, mais no entanto o que se viu não contrastou com o desfile, o que indignou o presidente da escola que mais uma vez não disparou com a direção da LESGA em relação ao resultado. sendo que foi punida pela entidade , por mais uma vez discordar do resultado. no ano de 2012, optou pelo enredo homenageando Barão de Mauá, tendo um trio como intérprete oficial, formado por sereno, Marcelo Guimarães e Hugo Júnior . terminou na 4°colocação.
Em 2014, foi especulado que a escola reeditaria o enredo Peguei um Ita no Norte, que deu ao Salgueiro, o título no carnaval de 1993 . e apostando no carnavalesco Márcio Puluker, para conquistar o inédito acesso ao Especial. mas que foi rechaçado pela direção da escola, que apostaria em um outro enredo para reeditar  . mas entretanto foi um enredo afro , tendo um dos melhores sambas desse ano apontado pela mídia , terminou na 5º colocação.

Para 2015, a escola retorna novamente com o carnavalesco Jaime Cezário, que já esteve na agremiação duas vezes .

Rio Carnival 2018
Samba Schools &
Samba Songs

Find here all Rio Samba School details with the latest samba songs and 2018 parading themes.

You will be able to listen to the 2018 samba songs on your own Rio Carnival Page as soon as they are released.

All samba school songs
info about the schools
all about 2018 rio carnival

Rio Carnival Samba School Photos

Titles of the School

YAER PLACE
1960 Winner
1961 Winner
1962 Winner
1963 Winner
1964 2nd place
1965 3rd place
1966 3rd place
1967 Winner
1968 Winner
1969 Winner
1970 Winner
1971 3rd place
1972 Winner
1973 3rd place
1974 2nd place
1975 Winner
1976 Winner
1977 Winner
1978 Winner
1979 Winner
1980 2nd place
1981 2nd place
1982 3rd place
1983 2nd place
1984 Winner
1985 3rd place
1986 Evaluation
1987 2nd place
1988 4th place
1989 4th place
1990 4th place
1991 3rd place
1992 2nd place
1993 11th place
1994 15th place
1995 7th place
1996 9th place
1997 2nd place
1998 4th place
1999 8th place
2000 11th place
2001 6th place
2002 Champion
2003 9th place
2004 5th place
2005 6th place
2006 8th place
2007 7th place
2008 9th place
2009 Champion
2010 9th place
2011 4th place
2012 4th place
2013 11th place
2014 5th place
2015 4th place
2018