Portela - Escola de Samba - Samba Enredo English

Portela Escola de Samba Bandeira

Ouça aqui o Samba Enredo da Portela apenas clicando no botão do player ao lado.

 

GRES Portela

FICHA TÉCNICA

Fundação: 11/04/1923

Cores: Azul e Branco

Presidente: Serginho Procópio

Presidente de Honra: Monarco

Quadra: Rua Clara Nunes, 81 - Madureira - Rio de Janeiro - RJ
CEP 21351-110
Telefone: (21) 2489-6440

Ensaios: As quartas, a partir de 20h; e sextas, às 21h

Barracão: Cidade do Samba (Barracão nº 03) - Rua Rivadávia Correa, nº 60 - Gamboa
CEP: 20.220-290
Telefone Barracão
(21) 2233-4812 / (21) 2233 1375

Web site: www.gresportela.com.br

Imprensa:
Simone Fernandes
simonefern@gmail.com
Telefones: (21) 7843-8940


Portela 2016

horário do Desfile da escola

Enredo:
"No voo da águia, uma viagem sem fim..."

Carnavalesco:
Alexandre Louzada

Diretor de Carnaval: Luiz Carlos Bruno

Diretor de Harmonia:

Intérprete: Wantuir

Mestre de Bateria: Nilo Sérgio

Rainha de Bateria: Patrícia Nery

Mestre-Sala:Alex Marcelino

Porta-Bandeira: Danielle Nascimento

Comissão de Frente:
Ghislaine Cavalcante


horário do Desfile da escola

Uma das mais antigas escolas do Rio de Janeiro, a Portela nasceu no bairro de Madureira, a partir do bloco Vai Como Pode. É uma das escolas que participaram do primeiro desfile oficial do Rio. A Portela é também a única escola a ter participado de todos os desfiles desde então e acumula o maior número de títulos (21).

A PORTELA foi a campeã do primeiro desfile oficial do carnaval carioca, no ano de 1935. E nesse ano, trouxe para a avenida um rústico globo terrestre idealizado por Antônio Caetano, introduzindo, assim, as alegorias nos desfiles das escolas de samba.

Foi a escola que introduziu nos desfiles a Comissão de Frente e, foi também a primeira escola a trazer uma comissão de frente uniformizada, por iniciativa de "Candeia Velho", nome pelo qual ficou conhecido o antigo portelense Antônio Candeia após o sucesso do filho com o mesmo nome.

Foi a primeira escola a usar cordas para organizar os desfiles. Inúmeros portelenses, hoje bastante consagrados, deram seus primeiros passos no mundo do samba segurando essas famosas cordas.

Em 2008, a escola ficou em 4º lugar no Carnaval carioca. No ano seguinte, 2009, a Portela ficou em 3º lugar, apenas um décimo atrás da segunda colocada, Beija-Flor. Abordando a violência do Rio, a escola ficou com o 8º lugar em 2010 com o enredo "Derrubando Fronteiras, Conquistando a Liberdade… Um Rio de Paz em Estado de Graça!".


Portela

Enredo: "No voo da águia, uma viagem sem fim..."

Autores: Noca da Portela, Celso Lopes, Charlles André, Vinicius Ferreira e Xandy Azevedo

Intérpretes:Wantuir, Richahs, Rogerinho e Cremilson

Samba Enredo 2015

 

Oh meu Rio

a águia vem te abraçar e festejar

"feliz cidade" sem igual

paraíso divinal

 

E eu "daqui" feito "Dali"

em traços te retrato surreal

 

A natureza lhe foi generosa

na Guanabara "formosa mulher"

despertou cobiça, beleza sem fim

"delícias" de um "nobre jardim"

 

Eu vi o "Menino do Rio" versar

um lindo poema

para impressionar a "Princesinha do Mar"

sonhando com a "Garota de Ipanema"

 

Vem amor, a Lapa dá o "tom" pra boemia

vem amor, a nave da emoção nos contagia

lá vem o trem chegando com o povo do samba

lá vai viola, o batuque só tem gente bamba

tão bela! orgulhosamente a Portela

vem cantar em seu louvor ô ô ô ô

"Central" do meu brasil inteiro

morada do Redentor

 

Sou carioca, sou de Madureira

a Tabajara levanta poeira

pra essa festa maneira meu bem me chamou

lá vem Portela malandro, o samba chegou

 


Enredo de 2016

"No voo da águia, uma viagem sem fim..."

Sinopse

RESUMO
O voo da Águia da Portela, em 2016, nos conduzirá a lugares distantes, uma viagem sem fim que atravessa a história da humanidade. Desde a Antiguidade, as viagens se tornaram uma prática constante pela expansão de fronteiras, por conquistar novos horizontes e fortunas, adquirir conhecimento. Movem mundos e mapas, trilhas e destinos. Inspiram fantasias e trajetórias. Realidade e imaginação se provocam, se misturam em rotas e roteiros fascinantes. Invadem terras e textos. Viajantes em busca de novas paisagens, de aventuras e de riquezas, de planetas ainda inexplorados, talvez inexistentes, descrevem em seus relatos os lugares que desenharam em seus mapas. Eles orientam o mundo através de narrativas que atravessam o tempo e chegam até nós para que possamos saber o que encontraram e como superaram todos os perigos e obstáculos. Os livros contam histórias reais que nos parecem inacreditáveis e mostram um universo de fantasia que pode ser vivido como realidade.

O homem é um ser inquieto. Deseja, busca, vence desafios que encontra em seu caminho e nunca desiste. Inventa e se reinventa para percorrer grandes distâncias, romper fronteiras, ganhar o mundo. É capaz de criar um mundo virtual para navegar e chegar a todos os cantos do planeta sem sair do lugar. Esse desejo de buscar o que não está ao alcance de sua mão faz do homem um viajante que vive uma procura interminável. Avançar, descobrir, ir em frente, continuar. Para viajar, basta existir. A viagem não acaba nunca. O fim de uma viagem é apenas o começo de outra.

O DESFILE

ABERTURA
Nas asas da Águia, estão a força e a coragem para embarcar nessa viagem sem fim. Símbolo de liberdade, de nobreza e de sabedoria, ela é a rainha dos céus. Seu voo é de magia e de beleza, encanto que nos leva à emoção do tempo da mitologia grega, onde homens invencíveis desafiavam deuses. O poema Odisseia, de Homero, é conhecido por ser a obra fundadora das narrativas de viagem. Odisseu, ao voltar da Guerra de Tróia, viaja por 20 anos para retornar a sua casa, na Ilha de Ítaca. Amaldiçoado por Poseidon, o bravo guerreiro enfrenta tormentas e adversidades que, por vingança, a ele lança o deus dos mares. Nos versos finais do poema, Ulisses, como ficou conhecido esse herói entre os romanos, é comparado à águia rasgando as nuvens ao perseguir seus inimigos.

O pássaro também está presente em mais uma viagem marcante, que está descrita na Bíblia: a Travessia do Mar Vermelho em busca da Terra Prometida. Na chegada de Moisés ao Monte Sinai, Deus lhe diz: "Vós tendes visto o que fiz aos egípcios, como vos levei sobre asas de águias, e vos trouxe a mim.".

E a Águia também nos conduzirá na viagem da Portela. Ela que "desperta sua ninhada, paira sobre seus filhotes e, em seguida, estende as asas para apanhá-los, carregando-os sobre elas", nos guiará na Avenida.

Segurem o mapa da história e realizem o seu desejo mais vital, a Portela vai voar, é Carnaval!

MAR ADENTRO, MUNDO AFORA
O voo da Águia nos leva aos caminhos de quem atravessou continentes com seus barcos, galeras, caravelas! Seguem, agora, os navegantes de diferentes povos que rasgaram os sete mares desenhando mapas! O vento sopra em suas velas e o céu lhes serve como guia para vencer a escuridão e chegar a terras distantes. Os corajosos comandantes superam o perigo e o desconhecido para nos mostrar a rota mais segura. Se lançam mar adentro, descobrem o mundo afora e deixam para a história o relato de suas viagens. Por mares nunca d'antes navegados, nem mesmo o mais terrível monstro imaginado impede que continuem vencendo águas violentas, a quem entregam o barco e a própria vida.

VIAGENS IMAGINÁRIAS
O sonho de pássaro é livre e surpreendente! Revela lugares fantásticos e misteriosos, de onde surgem viagens eternas e envolventes, frutos da criação humana. São histórias extraordinárias de tirar o fôlego, que nos levam a viajar no tempo, ao fundo do mar ou a uma incrível jornada nas estrelas. Tudo pode acontecer com os personagens desse mundo de sonho e de magia, que prende a atenção e liberta a fantasia.

VIAGENS EXTREMAS
Mas existem aqueles que preferem sentir na própria pele a emoção da aventura. Gostam do prazer de correr riscos, alcançar terras inexploradas. Valentes viajantes levantam a poeira do deserto, enfrentam a selva, entram em florestas sombrias, exploram as geleiras, entregam o corpo a condições hostis para a sobrevivência. E, se nada mais os seduzir, quem sabe não queiram atingir planetas distantes e deixar pegadas em lugares onde ninguém jamais pisou. A viagem mais extrema está na incerteza de regressar ao ponto de partida.

EM BUSCA DE MUNDOS PERDIDOS
Enquanto alguns se aventuram por outras terras, rumo ao futuro, há aqueles que tentam decifrar os sinais deixados pelos que aqui viveram muito tempo atrás. Quem procura por vestígios do passado segue uma interminável trajetória na busca por respostas. Arqueólogos pesquisam restos e ruínas de civilizações encobertas pelo tempo. Paleontólogos encontram seres pré-históricos que impressionam quando pensamos que habitaram a Terra. Atentos, esses cientistas investigam marcas e sinais, desvendam culturas e costumes. E vão mais longe, em seus estudos, para saber quem vivia no planeta antes de nós. Percorrem trilhas e pistas de mundos perdidos que ficaram pelo caminho.

O MAPA DA MINA - EM BUSCA DE RIQUEZAS
E tantas outras trajetórias revelaram tesouros que fizeram muitas fortunas, em nome da ambição e da cobiça. A maciez das sedas, o perfume dos incensos, o gosto das especiarias, delícias pelas quais pagaram reis e rainhas. E o ouro e a prata que adornaram pescoços e altares? Quem trazia? Que mundos exploraram e para onde rumaram em busca de riquezas? As grandes rotas comerciais do passado foram responsáveis pelas trocas de produtos e culturas. Abriram caminhos por terra e por mar. Exploraram tesouros de povos do outro lado do mundo e saciaram desejos de impérios. É preciso percorrer essas rotas para, quem sabe, descobrir o mapa da mina.

EU NÃO SOU DAQUI, EU NÃO SOU DE LÁ
Muitas são as formas de viajar criadas pelo homem, para navegar em todas as dimensões: na realidade, no imaginário, no mundo virtual. E não faltarão roteiros, enredos, lugares, estradas e ferrovias enquanto essa busca durar.

Hoje, com um toque apenas, é possível fazer muitas viagens: abrir janelas, percorrer milhares de quilômetros em segundos e descobrir mares, países. se perder. Consultar a história e o poema, assistir ao vídeo e ao espetáculo. Diante dos olhos dos internautas, o virtual vira real, em sons, cores e movimentos. É possível voltar, avançar, procurar. pessoas, coisas e locais. Digitar perguntas, descobrir respostas, encontrar lugares, ser viajante, ser águia: livre, ágil, confiante. E ao final da travessia, escolher mais um destino e recomeçar. E a Portela tão bonita vai voando na Avenida para o carnaval conquistar!

Escolas de Samba do Grupo Especial.

Ouça os sambas de enredo e confira todas as informaçoes sobre as escolas de samba

sambas do Grupo da Série A
saiba tudo sobre o carnaval

Carnaval do Rio de Janeiro Escolas de Samba Fotos

 

A Historia da Portela

 

Enredo 2016 da Beija-Flor

Os Títulos da Escola