• Idioma:
  • Conversão:

Home | Escola de Samba - Viradouro

Acadêmicos do Viradouro

Bandeira - Viradouro Escola de Samba

 Viradouro de Alma Lavada

Samba Enredo de 2021

Compositores: Dadinho, Fadico, Rildo Seixas, Manolo, Anderson Lemos, Carlinhos Fionda e Alves.
Intérprete: Zé Paulo Sierra                    

Letra do Samba

Ora yê yê o oxum! 
Seu dourado tem axé 
Fiz o meu quilombo no Abaeté
Quem lava a alma desta gente veste ouro
É Viradouro! É Viradouro!


Levanta preta que o Sol tá na janela  
Leva a gamela pro xaréu do pescador  
A alforria se conquista com o ganho
E o balaio é do tamanho do suor do seu amor

Mainha, esses velhos areais
Onde nossos ancestrais
Sempre acordam a manhã
Pra luta
Sentem cheiro de angelim
E a doçura de quindim  
Na bica de Itapuã

Camará ganhou a cidade
O erê herdou liberdade
Canto das Marias, baixa do dendê
Chama a freguesia pro batuquejê


São elas dos anjos e das marés
Caboclas do balangandã, ô iaiá
Ciranda de roda na beira do mar
Aguadeira que benze e vai pro terreiro sambar
 
Ganhadeira de fé!
É a voz da mulher

 Xangô ilumina a caminhada
 A falange está formada
 Um coral cheio de amor
  
 Kaô! O axé vem da Bahia
 Esta negra cantoria
 Que Maria ensinou

 Oh mãe ensaboa
 Mãe ensaboa pra depois quarar

Desfile 2021




Enredo 2021

  • Carnavalesco: Tarcísio Zanon e Marcus Ferreira
  • Diretor de Carnaval: Alex Fab e Dudu Falcão
  • Diretor de Harmonia: Mauro Amorim e Washington Jorge
  • Intérprete: Zé Paulo Sierra
  • Mestre de Bateria: Mestre Ciça
  • Rainha de Bateria: Raíssa Machado
  • Mestre-Sala: Julinho Nascimento
  • Porta-Bandeira:  Rute Alves
  • Comissão de Frente: Alex Neoral
  • Desfile de 2021
  • Posição de desfile: 2° escola a desfilar no Domingo
    (23/02/2021) entre 22h20 e 22h30

  

Sinopse - RESUMO

VIRADOURO DE ALMA LAVADA 

     SOU MARIA… DE PAIXÃO VERMELHA, CÉU DE NUVENS BRANCAS DOS SANTOS ANJOS… DE XINDÓ, A ALMA CAFUZA, DO PAI PESCADOR E MÃE LAVADEIRA. ALMA QUE SE UNE ÀS ESCRAVAS, CABOCLAS E CRIOULAS NUMA REDE DE SENTIMENTOS QUE EMANAM O MESMO IDEAL: A LUTA PELA ALFORRIA DO POVO NEGRO. TRAGO A MEMÓRIA ANCESTRAL DE OUTRAS MARIAS DA MINHA PEQUENA ITAPUÃ. A ITAPUÃ DO MAR ABERTO, LEITO PARA A MÍSTICA DOÇURA DO ABAETÉ. 

     A AURORA DO DIA REFLETE O OURO NAS ÁGUAS ESCURAS DA LAGOA, ÁGUAS CIRCUNDADAS POR DUNAS DE FINAS AREIAS BRANCAS. NO ALVO VÉU DA NOIVA, A COMUNHÃO DAS LAVADEIRAS QUE OUVEM CÂNTICOS LENDÁRIOS QUE VÊM À TONA DAS PROFUNDEZAS. À SOMBRA DO ANGELIM, AS SACERDOTISAS DO SOL ENSAIAM CANTORIAS ADOCICADAS POR CACHUNDÉS E GUAJIRÚS. VARAIS DE RESISTÊNCIA CRUZAM AS RESTINGAS NO QUARAR DAS IMPUREZAS DE SEUS SENHORES.

     NO MAR, A SIMPLICIDADE NO GANHO DE OUTRAS HEROÍNAS. JANGADAS E SAVEIRINHOS REPLETOS DE FEITORIAS POR SEREIA-RAINHA QUE OFERTA O QUINHÃO (XARÉU, ROBALO, GUARICEMA E PEIXE-GALO). O MAREAR DAS ONDAS PRELUDIA O BALÉ DAS REDES AO COMPASSO FEMININO DAS PUXADAS. CANTOS BRAVIOS QUE AMENIZAM O PESO DE CONTÍNUOS CAMINHOS TRAÇADOS. AREAIS TESTEMUNHOS DE GRANDES LIÇÕES DE VIDA QUE, CALADAS, ALCANÇARAM O PECÚLIO FAMILIAR.

     TERREIROS DA BAIXA DO DENDÊ REVELAM O PREPARO DO GANHO. NAS MALHADAS, A SECURA DOS PESCADOS, A COLHEITA DO PLANTIO, O PREPARO DO QUITUTE E O MANEJO DAS ARTESÃS. A BICA DE ITAPUÃ FOI O PRINCIPAL PONTO DE ENCONTRO DO BANDO DAS GANHADEIRAS. ÓPERA NEGRA DO MERCADEJO: DOS BANHOS SEM PUDOR, DOS NEGROS CAMARÁS E DA COMUNHÃO DAS ESCRAVAS EM TORNO DA COMPRA DE SUAS ALFORRIAS. 

  • 1997                                  Campeã

Ficha Técnica

  • Fundação: 24 de junho de 1946
  • Cores: Vermelho Branco
  • PresidenteMarcelo Calil Petrus Filho
  • Presidente de HonraJosé Carlos Monassa Bessil MarceloCalil
  • Quadra: Barreto, Niterói - RJ, 24110-216
  • Ensaios:-
  • Barracão: Barreto, Niterói - RJ, 24110-216
  • Web site: www.unidosdoviradouro.com.br
  • Imprensa:-

A História da Viradouro

A escola disputou os desfiles de Niterói por 39 anos (1947 a 1985), porém, nesse período, veio ao Rio de Janeiro algumas vezes (64 e 65), conseguindo não mais que um 26º lugar (último) na terceira divisão.[24]

Após ser campeã niteroiense por dezoito vezes, a Viradouro resolveu tentar a sorte novamente no Rio em 1986. Fez bons desfiles nos grupos inferiores, sendo campeã do Grupo 2 em 1989 com o enredo "Mercadores e Mascates" e campeã do Grupo 1 no ano seguinte com "Só Vale o escrito", chegando assim ao Grupo Especial em 1991.

Com uma homenagem à atriz Dercy Gonçalves, a escola surpreendeu e chegou em 7º lugar, à frente da Mangueira e da Vila Isabel, no ano em que o Império Serrano foi rebaixado. A escola teve a mesma quantidade de pontos da 4ª colocada, a Beija-Flor. Apenas pelos critérios de desempate, a escola acabou caindo para a 7ª posição. No desfile, considerado pela crítica como muito bonito, a homenageada desfilou no alto do primeiro carro alegórico, com os seios à mostra.

Em 1992, apresentou o enredo "E a magia da sorte chegou", enredo de autoria de Max Lopes, e que contava a história dos ciganos. A escola fez um dos melhores desfiles de sua história. Todavia, dois incidentes ocorreram. O primeiro foi quando descompasses em evolução, em um casal no carro do Egito, que fez a escola correr para que não estourasse o tempo. O segundo foi em um dos mais belos carros daquele ano, que homenageava a Sibéria e trazia vários huskies siberianos, que pegou fogo. No momento do incêndio, o desfile estava em seus minutos finais. A decisão dos bombeiros foi esperar o carro queimar por completo para iniciar o combate ao fogo. Enquanto isso, um imenso rastro de fumaça cobria a Sapucaí. Durante este tempo, a escola ficou parada, até o momento do combate ao fogo. Por fim, a escola estourou o tempo em 13 minutos, o que resultou na perda de 13 pontos. Foram esses pontos perdidos que levaram a escola para a 9ª posição. Diante do incêndio, a escola ainda perdeu pontos no quesito Evolução. Como o incêndio foi causado por curto-circuito e não por problemas técnicos, não houve punição para o caso específico.

Max Lopes ainda se manteve na escola em 1993 obtendo o 7° lugar com o enredo "Amor, Sublime Amor", mas em 1994 a Viradouro traria Joãosinho Trinta, que se afastara da Beija-Flor há dois anos. Logo em sua estreia, o carnavalesco obteve o 3º lugar, o melhor resultado da escola até então. Depois, obteve dois maus resultados, classificando-se na 8ª em 1995 com "O Rei e os três espantos de Debret" e na 13ª posição em 1996, com "Aquarela do Brasil ano 2000".

Após o péssimo resultado de 1996, quando quase foi rebaixada, a Viradouro tinha o projeto de conseguir chegar ao Desfile das Campeãs. Mas o resultado final foi mais generoso e deu o primeiro título à escola de Niterói. Com Dominguinhos do Estácio como intérprete oficial e "Trevas, luz, a explosão do Universo", levou para a avenida um bonito jogo de cores, contrastando o preto e o branco, o claro e o escuro. Um dos destaques deste desfile foi a bateria ter tocado, na "paradinha", alguns compassos em ritmo de funk, sob o comando de Mestre Jorjão. Na época houve críticas de alguns outros mestres de bateria, que não gostaram da novidade.

No ano seguinte, a escola apresentou o enredo "Orfeu, o Negro do Carnaval", baseado no filme de mesmo nome, que misturava mitologia grega à realidade social brasileira. Naquele ano a escola esperava repetir o sucesso do ano anterior, mas somente conseguiu um quinto lugar, o que a levou a protestar no desfile das campeãs, com alguns de seus integrantes inclusive usando narizes de palhaço. A partir daí, a escola conseguiu sempre chegar ao Desfile das Campeãs, exceto em 2005, quando ficou na 8º posição.

Em 2004 a escola do bairro do Barreto reeditou "A festa do Círio de Nazaré", enredo da Unidos de São Carlos apresentado em 1975, inicialmente a proposta da escola era um enredo inédito sobre a romaria Paraense, porém o então presidente José Carlos Monassa à época interrompeu a disputa de samba-enredo da escola e anunciou a reedição do samba estaciano. Se o critério de descarte da nota mais baixa fosse aplicado nessa época, a escola teria sido campeã do carnaval daquele ano, com 299,8 pontos se descontadas todas as notas minimas de cada quesito, exceto bateria que teve as notas de um julgador anuladas por quebra de sigilo.

;