• Idioma:
  • Conversão:

Home | Escola de Samba - Renascer de Jacarepaguá

Renascer de Jacarepaguá

Bandeira - Renascer de Jacarepagua Escola de Samba

''Eu Que Te Benzo, Deus Que Te Cura''

Samba Enredo de 2021


compositores: Claudio Russo, Moacyr Luz e Diego Nicolau
Intérpretes: Leonardo Bessa

Letra do Samba 

Rezadeira

Dá licença, Mãe Senhora Essa dor que sinto agora
Não me deixa outra saída Dói no peito
A inspiração perdida Num pedido que implora
Pelo Santo amor à vida Eu tô pra baixo
Mais caído que espinhela Requenguela
Sem um facho de razão
Já mandei fechar a porta E a tramela
E pus cancela no meu coração
Pro mau olhado
Só um galho de arruda Peço ajuda
A folha de manjericão Oh! Minha Santa
Benzedeira me acuda
“Ocê” me cuida
E me dá proteção Aroeira, Senhor, aroeira
Sentada à mesa

Mãe da brandura                     (bis)
Aroeira, senhor, aroeira
É vela acesa
Copo d’água e reza pura

Rogo a ti Toda a graça da bondade
Faz surgir anjos da dignidade
Para o combate Do espinho com a flor
Oh! Preta Velha

Meu Brasil quer tua cura           (bis)
Pra tirar a amargura
Deste povo sofredor

Benza Deus, meu caminhar
Joga no mar toda feitiçaria

Sou Renascer de Jacarepaguá            (bis)
Em nome do Pai
E da Virgem Maria

Desfile 2021




 Enredo 2021

  • Carnavalesco: Ney Junior
  • Diretor de Carnaval: Macaco Branco e Julinho Fonseca
  • Diretor de Harmonia:-
  • Intérprete: Leonardo Bessa
  • Mestre de Bateria: Junior Sampaio
  • Rainha de Bateria: Dandara Oliveira
  • Mestre-Sala:-
  • Porta-Bandeira:-
  • Comissão de Frente: Carlos Fontinelle
  • Desfile de 2021
  • Posição de desfile: 6 ª Escola de 21/02/2021 ,
  • Sexta-Feira  01:45 - 02:35

''Dois de Fevereiro, no Rio Vermelho''

Sinopse - RESUMO
( Em Breve )

  • 2011Campeã
  • 2009                                     Vice-Campeã
  • 2004                                     Vice-Campeã
  • 2000                                     Vice-Campeã

Ficha Técnica

  • Fundação: 2 de agosto de 1992
  • Cores: Vermelho Branco
  • Presidente: Antônio Carlos Salomão
  • Presidente de Honra: Antônio Carlos Salomão
  • Quadra:  Av. Nelson Cardoso, 82 Jpa
  • Ensaios: ?????????
  • Barracão: Av. Nelson Cardoso, 82 - Tanque, Rio de Janeiro - RJ, 22730-000
  • Web site:  www.renascerdejacarepagua.com.br
  • Imprensa-

A História da Renascer de Jacerepaguá

Após pouco mais de dez anos desde sua criação, sob a presidência de Antônio Salomão, a agremiação conseguiu alcançar em 2005 uma vaga no então chamado Grupo de acesso A, atualmente classificado como Série A, equivalente à segunda divisão do carnaval do Rio de Janeiro. Sua estreia no grupo foi avaliada positivamente pela mídia especializada, com especial destaque para as alegorias grandiosas desenvolvidas pelo carnavalesco estreante na agremiação, Lane Santana.

Os anos de 2006 e 2007 foram essenciais no processo de aquisição de experiência da equipe da escola em desfiles na Marquês de Sapucaí.

Após um rápido período de adaptação no grupo, no ano de 2008 a escola convidou a atriz Nívea Stelmann para ocupar o posto de rainha de bateria. A agremiação alcançou naquele ano a quarta colocação, até então sua melhor colocação no grupo e em toda sua trajetória competitiva no carnaval.

Em 2009, com um enredo sobre os meios de transporte intitulado Como Vai, Vai bem? Veio a Pé ou de Trem? dos carnavalescos Paulo Barros e Paulo Menezes, a escola de Jacarepaguá alcançou o vice-campeonato do Grupo de Acesso A. No somatório final, a agremiação perdeu o título por apenas sete décimos para a campeã União da Ilha.

No ano de 2010, o carnavalesco Paulo Barros permaneceu sob o comando artístico do carnaval da agremiação, formando parceria desta vez com Wagner Gonçalves. O enredo escolhido para aquele ano recebeu como título Aquaticopólis, em homenagem ao enredo criado por Fernando Pinto, em 1987 para a Mocidade Independente de Padre Miguel. A apresentação foi bem avaliada pelos julgadores, mas falhas técnicas que descumpriam o regulamento, especialmente no quesito Comissão de Frente, culminaram na perda de alguns décimos que levaram a escola de mais um hipotético vice-campeonato para a oitava posição.

Para 2011, inicialmente, a equipe da escola havia confirmado a permanência do carnavalesco Paulo Barros, que passaria a compor uma comissão de carnaval em conjunto com os profissionais Gustavo Melo, Tatiana de Mello, Alexandre Brites e Jorge Maciel.[3]. No entanto, Paulo Barros atuou apenas como consultor, indicando o carnavalesco Edson Pereira para desenvolver a estética do desfile da agremiação. Assim como no ano anterior, a água apareceu como tema central no enredo, denominado Águas de Março. O enredo fez uma homenagem às oito cidades do chamado Circuito das águas. O desfile foi bem avaliado e a escola conquistou o campeonato do Grupo de Acesso, conquistando o direito de desfilar no ano seguinte no prestigiado Grupo Especial pela primeira vez em sua história. Uma polêmica, no entanto, marcou o campeonato: membros de outras agremiações acusaram o carnavalesco Edson Pereira de fazer uso de uma escultura apresentada no ano anterior pelo Acadêmicos do Salgueiro, o que infringia o regulamento. A denúncia foi desconsiderada pela associação que comandava o carnaval do Grupo de Acesso A na época, a LESGA.

No ano de 2012, a escola manteve a mesma equipe que realizou o carnaval do ano anterior. O enredo escolhido foi uma homenagem ao artista plástico Romero Brito. Em sua estreia no Grupo Especial, a agremiação terminou a apuração na última colocação, sendo rebaixada pela primeira vez em sua rápida história.

;